(51) 99877.8389
(51) 3022.5100
  • Blog COMDESK

    Acompanhe Artigos, Notícias e nossos Casos de Sucesso.
Quinta, 27 Junho 2019

Instalação Odoo v12 no Ubuntu Server 18.04

Escrito por

 

O Odoo é um software ERP de código aberto criado em 2005 que contempla um conjunto abrangente de aplicações de negócios, incluindo: Gestão Fiscal, CRM, Gestão de Vendas, Gestão de Compras, Controle de Estoque, Manufatura, Recursos Humanos, Folha de Pagamento, etc.

É construído de maneira modular, permitindo acrescentar módulos à medida em que novas funcionalidades tornam-se necessárias e permitindo o desenvolvimento de módulos customizados.

É um sistema com abrangência global, sendo que cada país contribui com o desenvolvimento da sua respectiva localização com foco nos aspectos fiscais e legais. No Brasil, há uma forte comunidade de usuários e empresas especializadas tanto no desenvolvimento como no suporte e implementação.

 

Este tutorial é baseado na instalação da versão Comunity do Odoo 12 no Ubuntu Server 18.04 LTS com a localização brasileira desenvolvida pela TrustCode (www.trustcode.com.br).

 

 

1 - AJUSTES NO UBUNTU 18.04

Nesta primeira etapa, após a instalação no Ubuntu Server 18.04, confira se alguns itens importantes estão devidamente ajustados.

 

1.1 - Configure com IP manual a sua respectiva interface de rede

- Tenha definido o endereço IP do seu Ubuntu (ex: 192.168.15.5)
- Defina sua subrede (ex: 192.168.15.0/24)
- Defina o seu respectivo gateway (ex: 192.168.15.1)
- Defina os seus servidores DNS (ex: 192.168.15.1, 8.8.8.8, 8.8.4.4)

 

1.2 - Dados do usuário padrão

- Defina o nome de sua empresa (ex: COMDESK Tecnologia)
- Defina o nome do servidor (ex: srvOdoo)
- Defina o seu nome de usuário (ex: comdesk)
- Defina a respectiva senha do usuário

 

1.3 - Via terminal, habilite o usuário root

sudo passwd root


- Informe a senha do usuário atual
- Informe uma nova senha para o usuário "root" (duas vezes)
- Saia da conta do usuário atual e acesse com o usuário "root".

 

1.4 - Habilitar o acesso SSH no Ubuntu

vim /etc/ssh/sshd_config

- Comente a linha "PermitRootLogin prohibit-password" e adicione o item "PermitRootLogin yes", como mostrado logo abaixo.

#Authentication:
LoginGraceTime 120
#PermitRootLogin prohibit-password
PermitRootLogin yes
StrictModes yes


- Reinicie o serviço SSH:
systemctl restart sshd


1.5 - Atualize o servidor

sudo apt update && sudo apt upgrade


1.6 - Definir a região de fuso horário

sudo dpkg-reconfigure tzdata


1.7 - Instalar e configurar o servidor NTP Chrony

apt-get install chrony


- Após a instalação, edite o arquivo de configuração e ajuste a sua zona de fuso horário:
vim /etc/chrony/chrony.conf

- Adicione os seus respectivos servidores NTP:

server a.ntp.br iburst
server b.ntp.br iburst
server c.ntp.br iburst

 

1.8 - Habilitar o repositório "universe" que contém os pacotes python-pip

vim /etc/apt/sources.list


- E então, adicionar "universe", no final de cada linha, como mostrado a seguir:

deb http://archive.ubuntu.com/ubuntu bionic main universe
deb http://archive.ubuntu.com/ubuntu bionic-security main universe
deb http://archive.ubuntu.com/ubuntu bionic-updates main universe

 

- Atualizar repositórios:
sudo apt update && sudo apt upgrade

- Confira a versão do Python. Deve ser acima da 3.6:
python3 --version

- Reinicie o servidor:
init 6

 

2 - INSTALAÇÃO ODOO

 

2.1 - Instale as dependências:
sudo apt install git gcc python3-pip build-essential python3-dev python3-venv python3-wheel libxslt-dev libzip-dev libpq-dev libldap2-dev libsasl2-dev python3-setuptools python3-pypdf2pip3 install Babel decorator docutils ebaysdk feedparser gevent greenlet html2text Jinja2 lxml Mako MarkupSafe mock num2words ofxparse passlib Pillow psutil psycogreen psycopg2 pydot pyparsing PyPDF2 pyserial python-dateutil python-openid pytz pyusb PyYAML qrcode reportlab requests six suds-jurko vatnumber vobject Werkzeug XlsxWriter xlwt xlrdpip3 install pyldap beautifulsoup4 python-stdnum

sudo apt-get install python3-suds

sudo apt-get install python-gevent -y

sudo apt-get install -y npmsudo ln -s /usr/bin/nodejs /usr/bin/nodesudo npm install -g less less-plugin-clean-css rtlcsssudo apt-get install node-lesssudo python3 -m pip install libsasssudo apt-get install software-properties-common

2.2 - Instalar PostgreSQL 9.6

- Crie e edite um arquivo de repositório para o PostgreSQL:
sudo vim /etc/apt/sources.list.d/pgdg.list

- Adicione a seguinte linha no repositório e saia salvando o arquivo:
deb http://apt.postgresql.org/pub/repos/apt/ xenial-pgdg main


- Importe a chave de assinatura do repositório:
wget --quiet -O - https://www.postgresql.org/media/keys/ACCC4CF8.asc | sudo apt-key add -

- Atualize os repositórios:
sudo apt-get update
- Faça a instalação do PostgreSQL:
sudo apt-get install postgresql-9.6
- Seguindo as etapas de instalação e configuração, defina uma senha para o usuário "postgres":
sudo passwd postgresEnter new UNIX password:**** (ex: Psql-123456)Retype new UNIX password:**** (ex: Psql-123456)passwd: password updated successfully
- Vamos precisar criar um usuário no Postgres, para isso, altere o usuário atual para postgres, a fim de ter os privilégios necessários para configurar a base de dados:
sudo su postgresO usuário atual (root) deve mudar para postgres. ex: postgres@srvodoo:/root$
- Estando com o usuário "postgres" ativo, crie um novo usuário do banco de dados para gerenciamento. O usuário “odoo” terá direitos de acesso para se conectar, criar e eliminar bancos de dados.
createuser --createdb --username postgres --no-createrole --no-superuser --pwprompt odooEnter password for new role:**** (ex: Odoo-123456)Enter it again:**** (ex: Odoo-123456)
- Saia do usuário Postgres para continuar a instalação:
exitO usuário atual (postgres) deve mudar para o usuário anterior. ex: root@srvodoo:~#
- Verifique a versão do Postgres:
psql --versionA versão deve ser: psql (PostgreSQL) 9.6.11 ou posterior


- Ainda como usuário "root", crie o usuário do sistema Odoo:
sudo useradd -m -d /opt/odoo -U -r -s /bin/bash odoo
- Adicione o usuário ao grupo sudo:
sudo adduser odoo sudo
- Habilite e inicie o serviço PostgreSQL:
systemctl enable postgresql.servicesystemctl start postgresql.service


2.3 - Instalar Gdata


- Como usuário "root", faça os seguintes procedimentos:
cd /opt/odoosudo wget https://pypi.python.org/packages/a8/70/bd554151443fe9e89d9a934a7891aaffc63b9cb5c7d608972919a002c03c/gdata-2.0.18.tar.gz
sudo tar zxvf gdata-2.0.18.tar.gz
sudo chown -R odoo: gdata-2.0.18
sudo -s
cd gdata-2.0.18/
python setup.py install
 

2.4 - Instale o Wkhtmltopdf para poder imprimir relatórios em PDF


- Como usuário "root", faça os seguintes procedimentos:
cd /tmp
wget https://builds.wkhtmltopdf.org/0.12.1.3/wkhtmltox_0.12.1.3-1~bionic_amd64.deb
sudo apt install ./wkhtmltox_0.12.1.3-1~bionic_amd64.deb
sudo ln -s /usr/local/bin/wkhtmltopdf /usr/bin
sudo ln -s /usr/local/bin/wkhtmltoimage /usr/bin


2.5 - Instalação e configuração do Odoo

- Ainda como usuário "root", faça os seguintes procedimentos:
cd /opt/odoosudo git clone --depth 1 --branch 12.0 https://www.github.com/odoo/odoo /opt/odoo/odoo-server/
- Instale os pacotes Python necessários pata Odoo 12:
cd /opt/odoo/odoo-serversudo pip3 install -r requirements.txt
- Crie o diretório para o arquivo de log:
sudo mkdir /var/log/odoo
cd /var/log/odoo
sudo touch odoo-server.log
sudo chown -R odoo:root /var/log/odoo
- Mude as permissões da pasta do Odoo:
sudo chown -R odoo:odoo /opt/odoo/*
- Crie e edite o arquivo de configuração:
sudo vim /etc/odoo-server.conf
- Coloque o seguinte conteúdo, ajustando a respectiva senha do usuário "postgres":
[options]
;This is the password that allows database operations:
admin_passwd = <SenhaPostgres> (ex: Psql-123456)
db_host = False
db_port = False
db_user = odoo
db_password = False
xmlrpc_port = 8069
logfile = /var/log/odoo/odoo-server.log

addons_path = /opt/odoo/odoo-server/addons


- Defina as respectivas permissões ao arquivo:
sudo chown odoo: /etc/odoo-server.conf
sudo chmod 640 /etc/odoo-server.conf

- Criar o arquivos systemd, para rodar o Odoo como serviço:
vim /etc/systemd/system/odoo12.service
- Coloque o seguinte conteúdo:
[Unit]
Description=Odoo Open Source ERP
Requires=postgresql.service
After=network.target postgresql.service
[Service]
Type=simple
SyslogIdentifier=odoo-server
PermissionsStartOnly=true
User=odoo
Group=odoo
ExecStart=/opt/odoo/odoo-server/odoo-bin -c /etc/odoo-server.conf
WorkingDirectory=/opt/odoo/odoo-server/
StandardOutput=journal+console
[Install]
WantedBy=default.target


- Após, execute os comandos a seguir:

systemctl daemon-reloadsystemctl restart odoo12.servicesystemctl status odoo12.servicesystemctl enable odoo12.servicesudo journalctl -u odoo12cat /var/log/odoo/odoo-server.log

- Abra um navegador web e acesse o seu respectivo servidor:

localhost:8069 ou seu respectivo endereço IP (ex: 192.168.15.5:8069)


Observação: Não crie o banco de dados ainda!!!

 

3. Instalação Localização TrustCode no Odoo v12

Nesta etapa, iremos utilizar o repositório da Trustcode: https://github.com/Trust-Code/odoo-brasil

 

- Logado como usuário "root" em seu servidor Odoo, faça a instalação das biliotecas:

apt-get install libjpeg-devapt-get install libxml2-dev libxmlsec1-dev

- Baixe o arquivo de dependencias pip:

cd /tmpwget https://raw.githubusercontent.com/Trust-Code/odoo-brasil/12.0/requirements.txt

- Instale as dependências apt:
sudo apt-get install -y --no-install-recommends $(grep -v '^#' apt-requirements)
- Faça upgrade do pip:
sudo pip3 install --upgrade pip
- Instale as dependências pip:
sudo pip3 install -r requirements.txt
- Crie o diretório e subdiretório de módulos customizados:
sudo su odoo -c "mkdir -p /opt/odoo/custom/addons"
- Mude as permissões globais da pasta do Odoo:
sudo chown -R odoo:odoo /opt/odoo/*
- Baixe o repositório Truscode do github no local correto:
cd /opt/odoo/custom/addons/
sudo git clone --branch 12.0 https://github.com/Trust-Code/odoo-brasil.git
sudo chown -R odoo:odoo /opt/odoo/custom/addons

- Adicione o repositorio "odoo-brasil" ao caminho 'addons_path' no arquivo de configuração:
sudo vim /etc/odoo-server.conf
- Adicione a seguinte linha em "addons_path":
/opt/odoo/custom/addons/odoo-brasil


- Reinicie o Odoo e confira como estão os serviços:
systemctl restart odoo12
systemctl status odoo12
sudo journalctl -u odoo12
cat /var/log/odoo/odoo-server.log


4. Acesso ao sistema e criação do banco de dados


- Acesse a interface web e crie o respectivo banco de dados:
http://<EndereçoIP>:8069
- Informe os respectivos parâmetros do banco de dados:

Master Password: <SenhaPostgres>

Database Name: <NomeBancoDados>

Email: <EmailUsuarioAdmin>

Password: <SenhaUsuarioAdmin>

Language: Portugues (BR)

Country: Brazil



5. Instalação dos módulos da localização brasileira

- Acesse o Odoo com os dados administrativos passados anteriormente:

Email: <EmailUsuarioAdmin>

Senha: <SenhaUsuarioAdmin>

- Após login, localize canto superior esquerdo, o ícone de menus principais e escolha o menu "Configurações".

- Na janela que surge, clique na opção "Ativar o modo desenvolvedor"

- Volte ao ícone de menus principais e clique na opção "Aplicativos" e clique em "Atualizações" e em "Atualizar lista de aplicativos"

- Volte para o menu "Aplicativos" e procure por ‘br’ na barra de pesquisa para achar os módulos da localização.

- Sugerimos a instalação dos seguintes módulos:

- Contas a pagar e receber
- Faturamento
- Brazilian Localization Account
- Cash Flow Report
- Tax_Accounting
- Brazilian Localisation ZIP Codes
- Generate CNAB Files
- Pagamentos via Boleto Bancário
- Account E-Invoice
- Vinculo entre boleto e NFe

- Vendas sale_management
- Compra purchase
- Contacts


- Os módulos a seguir são opcionais, mas são largamente utilizados. Se desejar, também instale-os.

- Funcionários hr (Gestão de Funcionários)
- Brazilian Localization HR
- Frota (Gestão de Frotas de veículos)
- Maintenance - HR (Manutenção de Equipamentos)
- Painéis

 


6 - Configurações iniciais

- Vamos habilitar as funções de contabilidade, para isso, confira se está ativo o Modo Desenvolvedor
- Após, vá até o menu [Configurações] -> [Utilizadores e Empresas] -> [Usuários]
- Edite o usuário "Administrador"
- Habilite "Mostrar todas as funções de contabilidade"



6.1 - Plano de Contas

O Plano de Contas é o conjunto de todas as contas existentes em determinada empresa, ou seja, o conjunto de contas deve abranger todo tipo de fato ou acontecimento que ocorre na empresa. O Plano serve como base para que a contabilidade direcione seus trabalhos de registros referentes à organização, chamado de escrituração contábil. Um plano de contas deve ser completo, bem estruturado, condizente com as normas e preceitos contábeis aceitos.

Sua importância é fundamental, por isso sugerimos a criação de um módulo personalizado adequado para a sua empresa. Caso não possa desenvolver o respectivo módulo, sugerimos utilizar o "Plano de Contas Simplificado Brasil" (br_coa_simple) e ajustá-lo de acordo com suas necessidades.

- Volte para o menu "Aplicativos" e procure por ‘br_coa_simple’ na barra de pesquisa e proceda com a instalação do módulo.

- Após instalado o módulo, personalizado ou não e com o Modo Desenvolvedor ativo, vá em [Configurações Gerais] -> [Faturamento] e no campo [Localização Fiscal], escolha o respectivo pacote (ex: Plano de Contas Simplificado Brasil).

- Para concluir, vá até [Faturamento] -> [Configuração] -> [Plano de Contas] e revise os campos "Tipo", "Tipo de conta" e "Permite Conciliação" de todos os itens.

 

Exemplos:

Contas a Receber (Clientes)
Tipo: A Receber
Tipo de conta: Receita
Permite Conciliação: Sim

Clientes Recorrentes
Tipo: Receitas
Tipo de conta: Receita
Permite Conciliação: Sim

Clientes Não Recorrentes
Tipo: Receitas
Tipo de conta: Receita
Permite Conciliação: Sim

Contas a Pagar (Fornecedores)
Tipo: A Pagar
Tipo de conta: Despesa

Telefonia Fixa, Móvel e Internet
Tipo: Despesas
Tipo de conta: Despesa



6.2 - Definir servidor de emails SMTP

- Ainda com o Modo Desenvolvedor ativo, vá até [Configurações] -> [Configurações Gerais] -> [External Email Servers] -> [Servidores de E-mail de Saída] e configure o seu respectivo servidor SMTP.

> Exemplo Gmail: smtp.gmail.com, <endereçEste endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo.>, SSL/TLS, 465


6.3 - Definir a moeda corrente

- Em [Configurações] -> [Configurações Gerais] -> [Faturamento] e defina a "Moeda" como BRL (Real Brasil)



6.4 - Configurar Contas Bancárias

- Vá até [Faturamento] -> [Configuração] -> [Contas Bancárias] e edite a conta existente de acordo a sua necessidade, e se necessário, crie mais contas.

Exemplo:

Banco CEF
Conta Bancária CC: xxxxxxxx-x
Número de Conta: xxxxxxxx
Agência: xxxx
Titular da Conta: Nome do titular da conta
Banco: CAIXA ECONOMICA FEDERAL - 104



6.5 - Configuração de Diários

- Vá até [Faturamento] -> [Configuração] -> [Diários] e configure os diários que serão utilizados.

- Marcar em todos os diários, nas "Opções Avançadas" a função "Permite cancelar lançamentos"

Exemplos:

Faturas de Clientes
Tipo: Venda
Conta de débito padrão: 1000 Contas a Receber (Clientes)
Conta de crédito padrão: 1000 Contas a Receber (Clientes)

Faturas de Fornecedor
Tipo: Compra
Conta de débito padrão: 2000 Contas a Pagar (Fornecedores)
Conta de crédito padrão: 12000 Contas a Pagar (Fornecedores)

Banco CEF
Tipo: Banco
Conta de débito padrão: 1031 Banco CEF
Conta de crédito padrão: 1031 Banco CEF

Dinheiro
Tipo: Dinheiro
Conta de débito padrão: 1021 Dinheiro
Conta de crédito padrão: 1021 Dinheiro


6.6 - Criação de novos usuários

O usuário administrativo já está criado, mas provavelmente será necessário a criação de outros usuários para utilização do sistema.

- Com o Modo Desenvolvedor ativo, vá até o menu [Configurações] -> [Utilizadores e Empresas] -> [Usuários] e crie os respectivos usuários para uso do sistema Odoo.

- Também é possível definir restrições de acesso. Ex: Determinado usuário não tem acesso ao módulo financeiro.

 

Proxmox VE
Proxmox VE
Plataforma completa para virtualização a nível empresarial.
www.proxmox.com
pfSense
pfSense
Sistema que possui recursos avançados para controle e segurança de redes.
www.pfsense.org
FreeNAS
FreeNAS
Sistema operacional para NAS (Network Attached Storage).
www.freenas.org
Zabbix
Zabbix
Ferramenta para monitoramento de redes, servidores e serviços.
www.zabbix.org
XenServer
XenServer
Plataforma de virtualização abrangente, com recursos de classe empresarial.
www.xenserver.org
GLPI
GLPI
Ferramenta completa para gestão de ativos e service desk.
www.glpi-project.org
redhat
redhat
Líder no fornecimento de soluções open source para TI corporativa
www.redhat.com.br
Suse
Suse
Sistema Operacional Linux e soluções de código aberto para serviços corporativos.
www.suse.com
Samba
Samba
Software que implementa solução semelhante ao Active Directory da Microsoft.
www.samba.org

Somos especialistas em Open Source

Conforme as empresas, de todos os portes, passam a seguir o filosofia do open source, começa a ficar claro que as vantagens de adotar esse conceito não se restringem somente aos preços.

Diferente do que pensa o senso comum, o open source é uma filosofia alternativa de negócios e não apenas a disponibilização de softwares gratuitos.


O software de código aberto, proporciona maior liberdade, flexibilidade, agilidade e segurança.